Projetos








    •  Edital do FIC – Fundo de Incentivo a Cultura lei Augusto dos Anjos Estado da Paraíba, do projeto de realização do II Encontro Sertanejo de Cultura Popular, de acordo com diário Oficial de 15/08/2008.


    •  Programa de Intercambio Cultural do Ministério da Cultura, para participar do 8º FEBRAF Festival Brasileiro de Folclore do Pará, em agosto de 2009.
      
    • Prêmio Artes Cênicas na Rua 2010 - FUNARTE
      A Associação Cultural Pisada do Sertão aprovou o projeto Raízes Nordestinas no edital Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na rua 2010.
      O projeto tem como objetivo a aquisição de figurino e circulação do espetáculo em 03 Estados nordestinos.





    • BNB de Cultura Parceria BNDES 2010, através dos projetos “O Ritmo do Sertão e Nossa Cultura Sertaneja”. Oficina de Musica para 30 jovens moradores do Distrito dos Torrões município de Poço de José de Moura, projeto aprovado no edital BNB de Cultura parceria BNDES 2010.


    • Aprovado no edital microprojetos culturais – Paraíba “Um Poço de Cultura” 2009.
    • Festivais de Artes Cênicas 2010 – FUNARTE, para a realização do III Festival de Xaxado do Alto Sertão Paraibano.


    • Premio Pontinhos de Cultura 2010 – Ministério da Cultura, através do projeto desenvolvidos com crianças “Sementes Culturais”.


    • Projeto "A Arte de Viver Mais e Melhor"
      Público Alvo: Idosos
      Parceria com a Secretaria Municipal da Cidadania e Promoção Social
                  O projeto “A arte de viver mais e melhor” busca dar condições às pessoas idosos para que elas aprendam a ocupar de modo criativo seu tempo livre. Tarefa difícil para muitos que só aprenderam a reconhecer o valor do trabalho. Além de atividades mais reflexivas e teóricas, os idosos têm através das oficinas de criatividade, teatro e dança, a oportunidade de um trabalho prático.
               Os encontros são realizados semanalmente, todas as quinta-feira das 15:00 as 17:00 horas reuniões /encontros com o grupo.
                  O encontro é planejado com a equipe técnica do CRAS e voluntários, onde cada um consciente de seu papel enquanto integrante de uma ação educativa e cultural promovem ações culturais como a dança e o teatro a fim de garantir atingir seus objetivos propostos, aumentar a auto-estima, bem estar social e cidadania aos idosos.
               Um dos maiores desafios enfrentados pela iniciativa é manter o grupo sempre participativo e motivado.
               Nesse sentido como moramos em uma região distante dos grandes centros, onde a formação artística é mais acessível, sempre estamos buscando meios de pesquisa de conteúdos, dinâmicas a fim de dinamizar os encontros, manter a presença e a sua participação, mas se não tivermos material didático adequado, capacitações e conhecimentos específicos sobre a terceira idade podemos estar invadindo, extrapolando ou minimizando as ações e reações dos participantes.
                 Assim, uma das maiores dificuldades é a falta de recursos financeiros em um primeiro momento para capacitar nossos agentes voluntários de ações culturais e em um segundo momento para divulgar nossas ações.
             Somos todos amadores na dança e no teatro e se tivéssemos condições de investir em treinamentos, oficinas de formação cultural especifica para a terceira idade certamente ampliaria nossa visão e ações cotidianas.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário