CEC é selecionado no Criança Esperança e receberá apoio em 2015

Os educadores do CEC vibraram de alegria com o resultado, todos comemoram as conquistas que o apoio poderá contribuir na garantia dos direitos das crianças e adolescentes poçomourenses, essa é a prova que o criança esperança pode chegar em qualquer lugar basta que tenha em execução ações de impacto social e que demonstre, responsabilidade, competência e credibilidade. “Ainda estamos sem acreditar, é muita emoção e alegria, sabemos o quanto trabalhamos dia a dia para transformar nossa realidade, agradecemos imensamente a Deus pelas conquistas e ao mesmo tempo reconhecemos que somos merecedores, pois este ano faremos dez anos de história e de trabalho cultural no município de Poço de José de Moura e este resultado irá refletir significativamente na consolidação de nossas ações e sustentabilidade dos nossos projetos”. Disse a coordenadora e fundadora da Associação Cultural Pisada do Sertão, Ana Neiry. Já a coordenadora pedagógica do projeto, Rafaella Lopes destacou: “Um sonho, que se transforma em realidade, que fortalece e que traz esperanças de melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes do nosso município. Poço de José de Moura, hoje deve-se orgulhar de ter um grupo de idealizadores voluntários que lutam em prol da garantia de direitos das crianças e adolescentes e que com muito trabalho, amor e por acreditar que a mudança só depende de nós...
Criança Esperança, uma nova oportunidade... uma nova conquista... um novo sonho.


    
























A 29ª. edição do Criança Esperança teve recorde de projetos inscritos. Mais de 1,2 mil instituições concorreram ao edital publicado pela Unesco – responsável pela seleção e pelo repasse das doações arrecadadas durante a campanha.

Nesta quarta-feira, 17 de setembro, a instituição anunciou os 101 projetos selecionados para receberem os recursos do Criança Esperança em 2015. E para alegria dos poçomourenses o projeto “Centro de Cultura, Esporte e Cidadania - CEC” da Associação Cultural Pisada do Sertão foi um dos selecionados.

Para a Diretora da área Programática da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, “a Unesco está muito satisfeita com os resultados do processo seletivo, realizado por meio de edital público. Pela primeira vez, em um mesmo ano, serão apoiados projetos em todos os estados do Brasil, em uma grande diversidade de áreas temáticas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário