RECONHECENDO E VALORIZANDO O POTENCIAL CULTURAL DOS JOVENS DA ZONA RURAL: O RITMO DO SERTÃO

A Associação Cultural Pisada do Sertão proponente do projeto O ritmo do Sertão aprovado no edital BNB de Cultura parceria BNDES edição 2010, estará executando o projeto no Distrito Torrões município de Poço de José de Moura.
Nesse sentido a coordenação comunica aos jovens interessados em participar do projeto O ritmo do Sertão que as inscrições estão abertas e seguirá o seguinte cronograma:

04 a 11 de setembro: Inscrição dos jovens que desejam participar da oficina;

12 de setembro: Teste para seleção dos inscritos;

13 de setembro: Divulgação da lista de aprovados

13 de setembro a 13 de novembro: Realização da oficina de música “O ritmo do sertão” com duração de 2 meses em 20 horas semanais totalizando 160 horas aulas de oficina;
Local: E.M.E.I.F Professor Francisco Cassiano Sobrinho

16 a 25 de novembro: Ensaios com os jovens beneficiados com o projeto

26 de novembro de 2010: Apresentação em praça pública do resultado da oficina na comunidade rural dos jovens beneficiados;
Local: Praça da Igreja.

O projeto foi aprovado no edital BNB de Cultura 2010 e tem o Patrocínio do BNB e BNDES.

São Objetivos do projeto:
Realizar oficina de música para jovens da zona rural do município de Poço de José de Moura através da aquisição de instrumentos musicais.


Específicos: Capacitar os jovens moradores no distrito dos Torrões na zona rural do município de Poço de José de Moura;
Realizar oficina de música: pífano, flauta doce – transversal, teclado e percussão, na zona rural do município de Poço de José de Moura;
Possibilitar a troca de vivencias e experiências entre os jovens músicos de Poço de José de Moura e os beneficiados com o projeto na zona rural do município.
Ampliar a atuação musical dos músicos integrantes grupo Pisada do Sertão com a aquisição dos instrumentos.
Incentivar, avaliar e discutir a produção musical do interior do alto sertão paraibano;
Valorizar e revitalizar a produção musical como bem cultural de natureza imaterial, nos seus valores, históricos e culturais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário